Clicky

INTERNET

Mediastream: à espera do 5G, streaming valida formatos de monetização

Ana Paula Lobo ... 08/06/2021 ... Convergência Digital

O streaming cresceu e apareceu no Brasil e com a pandemia de Covid-19 novos segmentos até então fora do radar, como o agronegócio, despertaram para a funcionalidade, observa Marco Lopes, diretor da Mediastream, especializada em gestão e distribuição de conteúdo via streaming e há 12 anos no mercado brasileiro. Alternativas com o streaming aconteceram. No Rio de Janeiro, por exemplo, os clubes apostaram no campeonato carioca com uma plataforma streaming.

"O campeonato carioca foi uma ruptura no modelo tradicional nos direitos com os clubes fazendo um modelo para tv aberta, fechada e para OTTs próprias dos clubes. A pluralidade dos canais é benéfica para o segmento, mas ainda há muito por acertar. Mas é fato que as OTTs dos clubes tiveram um papel no modelo", salienta Marco Lopes.

Um dos pontos essenciais para o streaming em um OTT é ter a qualidade de infraestrutura para evitar 'derrapadas' na transmissão. "Um gol não pode travar pela conexão. A infraestrutura brasileira melhorou muito com as CDNs, mas o 5G vai revolucionar esse mercado", sinaliza Marco Lopes. Um dos desafios do streaming é o da monetização. No caso da Mediastream, por exemplo, a companhia lançou uma nova versão do áudio player da sua plataforma voltada para rádios e podcasts.

"O áudio vem ganhando protagonismo nos últimos anos no mercado de streaming a partir dos avanços de novas tecnologias que facilitam a entrega de conteúdo em todas as plataformas digitais. O nosso player chega com as mais modernas capacidades para reforçar a estratégia das emissoras de rádio e produtores de conteúdo em um mercado em amplo crescimento e com grandes desafios para garantir a monetização. A capacidade do player em permitir a inserção dinâmica de anúncios é uma das principais características", reforça Lopes.

A empresa também investe no comércio eletrônico e aposta no Live Shopping, voltado para simplificar a jornada de compra do usuário com o uso do streaming. Marco Lopes admite que o produto é muito recente e inovador e impõe demandas para fazer a integração da transmissão ao vivo com a venda dos produtos. "Mas esse é um mercado de um potencial enorme", relata. Impulsionado pelo isolamento social, o EAD vai ficar como legado online, mas Lopes diz não acreditar num mundo 100% online. "A interação pessoal é essencial para o ser humano. Acredito em um futuro híbrido", pontua.

As operadoras de telecomunicações não são concorrentes, mas aliadas, atesta ainda o diretor da Mediastream. São elas que ofertam a última milha e a reorganização do mercado, com fusões e aquisições, vai respaldar a melhoria da infraestrutura nacional. E aqui, adiciona Lopes, entram no jogo os provedores de Internet. "Temos que observar que são as empresas de internet que estão levando a banda larga para o interior do país. Eles vão descobrir o streaming como modelo de negócios", completa.


Facebook decide manter contas de Donald Trump suspensas até 2023

"As ações de Trump constituíram uma violação grave de nossas regras que merecem a maior penalidade",disse o Facebook. As contas do ex-presidente dos EUA no Facebook e no Instagram estão suspensas desde o dia 07 de janeiro, um dia depois de o político elogiar pessoas envolvidas no ataque ao Capitólio.

Ativado cabo submarino de fibra óptica que liga Brasil à Europa

O cabo submarino possui 6 mil quilômetros de extensão, conectando diretamente a cidade de Fortaleza (Brasil), a Sines (Portugal), sem a necessidade de os dados passarem pelos Estados Unidos.

Brasil é o país mais influenciado por conteúdos de redes sociais

Segundo estudo da Comscore, penetração de conteúdos dessas mídias tem sucesso de 97%, acima de China, Índia e Estados Unidos.

Em ação do Google, STF julga se polícia pode identificar pessoas que fizeram mesma busca na internet

Caso específico envolve buscas sobre Marielle Franco nos quatro dias anteriores à morte da vereadora carioca, mas Supremo entendeu que há repercussão geral.

CGI.br adoça o tom e propõe colaborar com Decreto que muda o Marco Civil

Ofício à Secretaria de Cultura esquece que o governo tem o dever de ouvir o Comitê Gestor sobre temas de regulação da internet e prefere a torcida pelo despertar do espírito multissetorial.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G