07/06/2021 às 10:20
Telecom


Empresas criam Open RAN do Brasil e pedem marco regulatório
Luís Osvaldo Grossmann

Em carta enviada aos conselheiros da Anatel, CPqD, Cisco, Qualcomm, IBM, NEC, Nokia e Trópico anunciaram a criação do grupo Open RAN do Brasil, aberto a novos membros, com objetivo de defender marco regulatório e medidas de incentivo aos padrões abertos.

Ao destacar “a criticidade do Open RAN para o Brasil”, o grupo alinha entre suas metas o desenvolvimento de um ecossistema inovador, com promoção de interoperabilidade e harmonização de soluções, especialmente para o 5G, além de suportar e contribuir com a definição do mencionado marco regulatório.

Nessa linha, o grupo quer políticas públicas para a adoção das soluções baseadas em Open RAN, e ainda “incentivos para fomentar a cadeia de valor de serviços, software e hardware, incluindo semicondutores, associada à tecnologia do Open RAN”.

Todas as integrantes também já fazem parte do grupo de trabalho criado pela Anatel sobre Open RAN – que também conta com outros fabricantes, como Ericsson e Huawei, além das operadoras móveis, academia, entidades setoriais e até mesmo o Facebook.


Powered by Publique!