Clicky

Datas centers vão ao mercado livre como garantia de preço e de abastecimento de energia

Ana Paula Lobo ... 14/06/2021 ... Convergência Digital

Um dos maiores consumidores de energia do país, os data centers fizeram a lição de casa com as últimas crises do segmento. Em entrevista ao portal Convergência Digital, o vice-presidente Administrativo da Ascenty, Gilson Granzier, lembra que os data centers de hoje, mesmo 100% ocupados, consomem menos de 60% da energia de antes e são programados para funcionar, de forma ininterrupta por até 90 horas, em caso de apagão de energia.

"A tecnologia avançou muito e há toda a preocupação de minimizar o consumo de energia nos data centers. Uma das ações mais efetivas foi ir ao mercado livre de energia. Toda a contratação da Ascenty está no mercado livre, onde temos contratos de até cinco anos que nos permitem ter garantia do fornecimento e estabilidade no custo", conta Granzier.

A questão de custo é relevante, uma vez que o custo do diesel é caro - mas será acionado tão logo a crise de fato se apresente por conta dos geradores- e pelo aumento do preço da energia por conta da ativação das térmicas. Granzier lembra que os data centers podem, no chamado horário de pico - das 17h às 21h - acionar a geração própria dos geradores. "Mas os preços PLD, de referência para as liquidações de curto prazo, já subiram e vão subir bem mais de julho a dezembro. Por isso, os contratos de longo prazo são uma garantia para o negócio", adiciona.

Outra ação relevante dos data centers é manter contratos com fornecedores distintos de diesel, como forma de suportar a necessidade de um atendimento emergencial. "Ter mais de um fornecedor, em regiões distintas, nos garante o acesso ao diesel para garantir o funcionamento dos geradores. Os data centers não podem parar", afirma o executivo. A Ascenty possui 27 data centers próprios no Brasil, Chile e México

A crise hídrica vivida no País é considerada a pior dos últimos 91 anos. A estimativa do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) é que, mesmo flexibilizando as atuais regras de entrada e saída de água em grandes reservatórios, o volume das hidrelétricas na região Sudeste/Centro-Oeste chegaria ao fim de novembro deste ano com 7,9% de sua capacidade máxima.



Open Banking: Brasileiro se preocupa com crime financeiro e dados anônimos

Pesquisa da TecBan, feita pela Ipsos, com brasileiros bancarizados mostra que a principal demanda esperada pelos correntistas é a garantia de um atendimento em caso de fraude. Também aumentou a preocupação em saber se os dados compartilhados serão mesmo protegidos como a LGPD impõe.

Bancos oficializam cobrança por PIX para o mercado corporativo

Banco do Brasil, Bradesco, Itaú e Santander fecharam uma tarifa variando entre R$ 9 e R$ 10. Já Caixa, Nubank e Inter seguem não cobrando pelo serviço. 

CI&T vai às compras e adquire a Dextra por jornada digital

Os valores da transação não foram revelados pelas partes. Com a aquisição, a CI&T incorpora 1200 profissionais e clientes no Brasil e nos Estados Unidos.

JP Morgan compra 40% do C6 Bank

Lançado em 2019, o C6 Bank soma mais de 7 milhões de clientes na sua plataforma digital. Quem tem acordo com o banco digital é a TIM.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G