09/06/2021 às 12:22
Internet Móvel 3G / 4G


IBM: Com 5G e Edge, redes das teles serão plataformas definidas por software
Ana Paula Lobo

As operadoras de telecomunicações precisam se tornar plataformas para enfrentar a jornada do 5G, revela estudo 'A Próxima Era das Telecomunicações", divulgado pela IBM. O levantamento defende a adoção da nuvem híbrida como a melhor estratégia para a escala de serviços.

Em entrevista ao Convergência Digital, a líder de serviços de consultoria para a indústria de mídia e Telecomunicações da IBM América Latina, Marisol Penante, sustentou que, nesse momento, acontece uma corrida para transformar as redes das operadoras de telecomunicações em plataformas definidas por software, capazes de suportar e monetizar volumes crescentes de dados habilitados para 5G e Edge.

A executiva, aliás, lembra que a busca pela monetização já está acontecendo. Marisol Penante diz que 91% dos CSPs de alto desempenho esperam superar suas expectativas financeiras atuais em cinco anos como resultado do uso de edge, comparados a 54% dos outros CSPs pesquisados.

Para a executiva da IBM, as operadoras vivem um momento crucial de de transformação de suas arquiteturas de redes. Passam do ambiente baseado em "appliances", que permitiu a implementação dos nossos serviços de comunicação, para arquiteturas de nuvem, que vão permitir a evolução desses serviços, levando em consideração um tempo menor para entregar novos serviços ao mercado e um custo menor também.

Marisol Penante lembra que a chegada do 5G na região vai impulsionar importantes investimentos em tecnologias móveis, abrindo uma ampla gama de novos casos de uso para o público em geral e, principalmente para as empresas Só no Brasil, pontua a executiva da IBM, o 5G deve trazer US$ 22,5 bilhões em oportunidades nos próximos quatro anos, segundo dados apurados pela IDC.

O estudo da IBM também salienta que:

•71% dos CEOs de telecomunicações pesquisados ​​disseram que a computação em nuvem é uma tecnologia central para ajudar a entregar resultados nos próximos dois a três anos; 61% enxergam a tecnologia 5G de forma semelhante (Pesquisa CEO Study do IBV 2021).

• 50% dos provedores de serviços de comunicações de alto desempenho acreditam que devem se tornar plataformas de nuvem estratégicas que combinam um ecossistema de parceiros diversificado, e 59% concordam que devem se tornar nuvens seguras com IA e automação (IBV Study 2021: A Próxima Era das Telecomunicações).

•No entanto, 74% dos provedores de serviços de comunicação de melhor desempenho concordaram que a parceria com empresas em escala da web, incluindo hyperscalers, para computação edge habilitada para 5G, beneficiaria principalmente os interesses estratégicos dos escaladores da web. (Estudo IBV 2021: A Próxima Era das Telecomunicações).

Além de adotar uma abordagem de nuvem híbrida aberta, as telcos acreditam na segurança como um elemento-chave em sua transformação:

•60% dos CEOs das empresas de telecomunicações pesquisadas disseram que o fortalecimento da segurança e da privacidade dos dados é importante para seus clientes e uma forma de construir a experiência e a confiança do cliente nos próximos 2 a 3 anos (Pesquisa CEO do IBV 2021).

 


Powered by Publique!