Clicky

INOVAÇÃO

Sem dinheiro, INPE prevê desligar supercomputador para economizar energia

Convergência Digital ... 11/06/2021 ... Convergência Digital

O Tupã, supercomputador do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), poderá ser desligado até agosto para economizar energia devido à falta de verba enfrentada pela instituição. Em 2021, o Inpe recebeu R$ 44,7 milhões, frente a um total previsto de R$ 76 milhões, junto ao Ministério da Ciência e Tecnologia. O equipamento é utilizado para fazer previsão meteorológica e climática do Brasil e seu possível desligamento seria o primeiro na história.

“Ficaremos com um ‘buraco’ nessas informações e isso, obviamente, vai deixar o governo desguarnecido a respeito do que vai acontecer, de quais são as possibilidades para o próximo semestre”, comenta o professor Pedro Luiz Côrtes, do Programa de Pós-Graduação em Ciência Ambiental do Instituto de Energia e Ambiente da USP.

Côrtes destaca que o funcionamento do Tupã não é apenas uma questão “científica”, como uma pesquisa que poderia ser temporariamente suspensa. “É uma questão estratégica para o governo federal, governos estaduais e municípios. Sem o supercomputador, não teremos a modelagem sofisticada fornecida por ele para ver, com qualidade, o que vai acontecer em termos meteorológicos e climáticos.”

As possíveis consequências imediatas do desligamento, segundo o professor, estariam relacionadas ao funcionamento do operador nacional do sistema elétrico — que coordena o funcionamento das usinas hidrelétricas, termelétricas e das plantas eólicas — e à atuação da Agência Nacional de Energia Elétrica na distribuição da energia pelo Brasil.

“Isso tem um impacto muito grande na inflação: o IPCA já vem crescendo também em função do aumento das tarifas elétricas”, adiciona. O planejamento do governo em relação à agricultura e à avaliação da qualidade das safras em função dessas questões hídricas poderia afetar, por exemplo, a balança de pagamentos e as exportações.

Também haveria implicação na saúde pública, segundo o professor, porque há aumento de temperatura em locais onde chove muito, contribuindo para crescimento de doenças como dengue, zika e chikungunya — que poderiam ser contidas com políticas de prevenção amparadas em dados do monitoramento.

*Fonte: jornal da USP


Substituto do supercomputador Tupã consome menos energia, mas tem capacidade restrita

Nova máquina contratada para substituir o supercomputador - que deverá entrar em atividade num prazo de até 90 dias-  não terá capacidade para fazer previsões climáticas de longo prazo por barreira técnica.

Finep vai acelerar 10 startups, com R$ 150 mil para cada projeto

Entre os diversos temas estratégicos desejados figuram 5G, cidades inteligentes, indústria 4.0 e internet das coisas. Programa se dará em três fases, cada uma de 40 dias.

Brasileiro é eleito para seleto clube de fellows em gerenciamento da informação

Walter Koch foi nomeado em abril pela Association for Intelligente Information Management (AIIM). Em entrevista ao Convergência Digital, Koch fala sobre Inteligência Artificial, ética e viés.

Open RAN precisa ser open source para garantir inovação

“A inovação, a agilidade, a metodologia do open source, tudo isso tem a ver com o Open RAN. Pode até tentar fazer proprietário, mas quebra o conceito”, afirma o global account manager da Red Hat, Ricardo Gulla.

Open RAN é oportunidade para Brasil em software e equipamentos de rádio

“Aposto no software para virtualização e na parte de rádio como áreas em que o Brasil pode se posicionar não só nacionalmente, mas no mercado internacional”, afirma o diretor do Inatel, Carlos Nazareth Marins.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G