Clicky

INCLUSÃO DIGITAL

Mambo WiFi substitui Google Station no projeto WiFi Livre em São Paulo

Convergência Digital ... 23/11/2020 ... Convergência Digital

Desenvolvido em 2014 pela prefeitura da capital paulista, o programa WiFi Livre SP incorporou a startup de tecnologia Mambo WiFi como parceira da iniciativa. A empresa disponibiliza software de captive portal para administrar mais de 600 pontos de conexão sem fio na cidade, aumentando a eficiência no controle dos acessos para a Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia (SMIT) e garantindo acesso gratuito à internet para população paulistana que mais precisa.

Atuando desde o fim de 2019 no desenvolvimento do serviço, que antes era prestado pela Google Station, a empresa foi escolhida pelos provedores America Net e Surf Telecom, ficando responsável não apenas por administrar acessos, mas também por aplicar pesquisas e divulgar assuntos de relevância pública.

O programa ainda está em fase de implantação junto às localidades dos hotspots determinados pela Prefeitura, com previsão de mais de 1 mil hotspots até 2021. Cerca de 80% do projeto já está ativo, mas devido à chegada da COVID-19, apenas 550 mil usuários por mês estão usufruindo do serviço. A expectativa pós-pandemia é de que os acessos dupliquem ou até tripliquem mensalmente.

A maioria dos pontos estão disponíveis em regiões de grande vulnerabilidade social. Além de praças e parques, as redes serão instaladas em postos de saúde, centros educacionais unificados (CEUs), centros culturais, bibliotecas, teatros e outras unidades públicas. Por meio da inclusão digital, a ação encoraja a cidadania e democratiza o acesso à informação.

Para fazer uso do serviço, basta que a tenha um smartphone, tablet ou notebook com um chip de celular ativo. Após se conectar à internet, aparecerá um anúncio publicitário. O usuário poderá pular a publicidade após dez segundos de exibição e ir direto para a navegação.

Para Katie Pierozzi, CEO da Mambo WiFi, participar de um projeto em benefício da comunidade é motivo de orgulho. "Demonstra que estamos no caminho certo e é uma atividade à altura da responsabilidade que queremos assumir", afirma. "Também é importante por evidenciar que a nossa plataforma fornece toda qualidade e suporte necessário para uma causa tão relevante”, completa.

Em cumprimento da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) e ao Marco Civil da Internet, a Mambo Wifi e a Prefeitura de São Paulo garantem que dados coletados dos usuários não serão divulgados sem autorização dos mesmos.


Carreira
Rodrigo Dienstmann assume presidência da Ericsson no Brasil e Cone Sul

O executivo foi presidente da Cisco no país, além de vice-presidente da GVT. Ele entra no lugar de Eduardo Ricotta, que deixou a fabricante para assumir a presidência da Vestas, companhia dinamarquesa de soluções de energia sustentável.

Telesat e TIM testam uso de satélite LEO para backhaul e 5G

Durante os cinco dias de testes, as equipes mediram o desempenho do tráfego de dados nas aplicações móveis 4G utilizando o satélite LEO, atingindo uma latência média de 38ms.

Guarulhos é o primeiro aeroporto do mundo com Wi-Fi em OpenRoaming

Serviço está disponível no terminal internacional, 3, do maior aeroporto da América Latina. O OpenRoaming permite roaming automático e contínuo entre as redes Wi-Fi e de celular, Wi-Fi 6 e 5G.

Desbancarizados movimentam cerca de R$ 800 bilhões por ano

"Pode parecer clichê, mas a empatia e a confiança são essenciais. O novo onboarding não é só tecnologia. É cultura e pessoas", afirma o gerente de soluções da diretoria de Tecnologia do BB, Eric Flavio Araújo.

Com R$ 1,3 milhão do BID, Anatel vai medir falta de internet a cada 600 metros

Nas contas do BID, Brasil precisa de R$ 100 bilhões para alcançar média de penetração da banda larga dos países da OCDE.

Telebras renova uso de fibras da Petrobras por R$ 59,8 milhões

Estatal também prorrogou acordos que garantem backbone com empresas de energia do grupo Eletrobras.

IBGE: Internet chega a 82% dos domicílios, mas 40 milhões de brasileiros seguem sem acesso

Segundo dados da PNAD de 2019, rendimento médio dos lares com internet (R$ 1,5 mil) era o dobro daqueles sem conexão (R$ 728). A desigualdade digital segue sendo uma marca do segmento Internet no Brasil.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G