Clicky

GOVERNO » Compras Governamentais

Economia abre nova consulta sobre Lei de Licitações

Convergência Digital* ... 20/04/2021 ... Convergência Digital

O Ministério da Economia abriu nesta terça, 20/4, uma nova consulta pública para dar continuidade ao processo de regulamentação da nova Lei de Licitações, a Lei nº 14.133, de 2021. Neste segundo ato, a pasta busca contribuições para a futura Instrução Normativa que estabelecerá a ordem cronológica de pagamentos das obrigações relativas ao fornecimento de bens, locações, realização de obras e prestação de serviços.

“Esta é a nossa segunda consulta pública, queremos a participação de todos os interessados para construir o normativo de forma colaborativa, que realmente atenda às necessidades da administração pública e dos fornecedores”, afirma o secretário de Gestão da Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do ME, Cristiano Heckert.

Os interessados em participar da consulta pública têm prazo até 27 de abril para encaminhar suas sugestões pela plataforma Participa+Brasil. A minuta do documento está disponível no Portal de Compras Governamentais.

“Já identificamos 52 pontos da lei que precisam ser regulamentados. Temos a meta de abrir uma consulta pública por semana para construir esses normativos que precisam ser revisados e adequados à nova lei”, disse Heckert. Após o processo de revisão, os 193 órgãos e entidades do Poder Executivo Federal terão de seguir as normas estabelecidas pelo Ministério da Economia. 

Aberta na última semana, a primeira consulta pública para regulamentar a Lei de Licitações foi sobre a nova Instrução Normativa de Pesquisa de Preços e será encerrada nesta terça-feira (20/4) às 23h59. Aqueles que tiverem interesse em participar da consulta pública devem acessar a plataforma e encaminhar as suas sugestões.

* Com informações do ME


Dataprev fica com o Ministério da Economia, mas ainda é do INSS

Para o secretário-executivo do recriado ministério do Trabalho e Previdência, Bruno Bianco, manter estatal sob o comando do ministro Paulo Guedes não tem relação com a possível privatização: “Empresa é fundamental para outros serviços.”

Venda do Serpro traz insegurança jurídica e uso indevido de dados

Análise da Data Privacy Brasil aponta para necessidade de envolvimento da ANPD e ausência de exemplo internacional que justifique a privatização da empresa de TI do governo. 

Serviços digitais: RS lidera oferta. São Paulo e Rio decepcionam. DF não manda dados

Bahia, Paraná e Paraíba também se destacaram no Índice de Oferta de Serviços Públicos Digitais dos Governos Estaduais e Distrital, organizado pela ABEP-TIC.

Salvador é a sétima capital a aderir ao Gov.br

Plataforma dispõe de uma rede para impulsionar e integrar as iniciativas por um governo 100% digital. Distrito Federal, 12 estados e 42 municípios já aderiram.

Banco Itaú é multado em R$ 9,6 milhões por uso irregular de dados

Sanção foi aplicada pelo Ministério da Justiça ao braço de empréstimos consignados da instituição, advindo da compra do BMG, e aponta para violações à privacidade, consentimento, e exclusão de dados, todas previstas no Marco Civil da Internet.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G