Convergência Digital - Home

Dell: o chamado para o Brasil é investir agora no edge computing

Convergência Digital
Ana Paula Lobo e Fábio dos Santos - 05/11/2019

A Dell já trabalha no ecossistema para atuar como fornecedor de infraestrutura para o edge computing, ou a computação em borda, necessária para reduzir a latência para as aplicações demandadas pelo consumidor e pelas indústrias, observa o vice-presidente senior da Dell Technologies, Raymundo Peixoto. Para o executivo, o Brasil precisa explorar o chamado do edge computing.

"Podemos fazer agora sem esperar o 5G, que será disruptivo, trará aplicações inimagináveis, mas o edge computing nos permite melhorar muito os serviços em áreas onde eles ainda não são ofertados. Podemos fazer agora e é o chamado que se tem", afirma Peixoto.

À CDTV, do portal Convergência Digital, o executivo da Dell disse que o papel da empresa será estabelecer parcerias no ecossistema para fornecer a infraestrutura desejada. Peixoto advertiu, porém, que o software terá um papel central na jornada para o 5G e afirmou: a padronização é crucial.

"Estamos falando de milhões de datacenters processando dados. A orquestração desse ambiente exige uma padronização efetiva", enfatizou. Assista à entrevista com Raymundo Peixoto, da Dell Technologies.


LEIA TAMBÉM:
Destaques
Destaques

Evite os mitos. Nuvem não é mágica nem resolve tudo

Mesmo com dados de crescimento constantes, conceitos errôneos atormentam a computação em nuvem e retardam, muitas vezes, a adoção da tecnologia. Os mitos,advertem o Gartner, são perigosos e enganosos.

Governo mantém ‘cloud first’ e prepara nova licitação para reduzir datacenters

"Queremos ir primeiro para nuvem e evitar expandir de forma desestruturada os datacenters do governo. Teremos novas contratações de nuvem em futuro bem próximo", antecipa o secretário de governo digital, Luis Felipe Monteiro. 



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Transformação digital exige eficiência no gerenciamento

Por Luiz Fernando Souza*

Prevenir é sempre melhor do que remediar. Essa é uma máxima que precisa ser aplicada à transformação digital, e vale quando falamos da gestão dos servidores. E as razões são simples: é menos sofrido, menos dolorido e mais barato manter uma rotina de trabalho focada na manutenção, preservando com inteligência dados e sistemas.

Jornada para a nuvem: evite as armadilhas e faça a coisa certa

Por Fábio Kuhl*

Até bem pouco tempo, a nuvem era inovação, hoje me arrisco a dizer que, em breve, uma commodity.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site